TEXTURA PARA PAREDES: DICAS PARA NÃO ERRAR NA HORA DE DECORAR


Quem deseja diferenciar a decoração das paredes da sala ou dos quartos, geralmente investe nas cores diferentes e principalmente nas texturas. Isso porque a texturização é versátil, combina com diversos ambientes e, em alguns casos, pode ser feita sem a ajuda de um profissional.


Mas para decorar o ambiente com bom gosto é preciso saber usá-las para que o espaço não fique sobrecarregado. O arquiteto parceiro da Pincéis Atlas, Carlos Eduardo Chitão, do escritório DLP Arquitetura, dá algumas dicas importantes para quem vai aderir ao método das texturas.


Avaliação dos cômodos


Segundo Carlos Eduardo, na maioria dos casos, a textura não é indicada para cozinha e banheiros, pois pode dificultar a limpeza do local. “É permitido usar texturas em todos os cômodos da casa, porém as áreas que recebem melhor este recurso são sala, corredores, quartos e fachadas”.


Além disso, como existem diversos tipos de texturas (de massa, de rolo, papéis de paredes texturizados, tecidos etc) é preciso sempre verificar com o arquiteto qual o tipo que se adequa melhor ao local e aos móveis que compõem o ambiente.


Escolha da cores


É preciso tomar cuidado na escolha da cor que será aplicada na textura. O ideal é sempre optar por cores mais suaves na parede onde a textura é aplicada.


“Se for usar textura, o melhor é utilizar cores mais neutras. A cor muito forte, quando aplicada em uma parede com textura, costuma carregar o ambiente, deixando-o com muita informação visual”, garante Carlos.


Alinhar texturas com móveis


É sempre interessante buscar um equilíbrio na utilização das texturas. Segundo o arquiteto, uma maneira de fazer isso é buscar o alinhamento entre textura, cores e mobiliário.


“Quando nossos olhos passam pelo o ambiente, o nosso cérebro, inconscientemente, define se achamos aquele local bonito ou não, carregado ou não. Por isso o equilíbrio na composição é fundamental”.


Se os móveis têm muita personalidade e serão a atração principal do cômodo, as cores das pinturas e texturas devem harmonizar com eles. O contrário também deve acontecer. Um cômodo com móveis mais neutros permite uma textura mais ousada.


Pronta para repaginar a casa?